27 Pessoas online preenchendo o Contrato de Prestação de Serviços de Gestor de Tráfego agora agora
Analista Naiara de Souza
08/06/2024

 Os 5 【ERROS】 que invalidam um Contrato de Prestação de Serviços Gestor de Tráfego! 【Cuidado】 com o 4º!

Descubra o que é um Contrato de Serviços Prestados de Gestor de Tráfego. Como preencher o modelo de contrato de Gestão de Tráfego? Como fazer um Contrato de Serviços Prestados de Gestor de Tráfego? Quais cláusulas são necessárias para tornar o seu contrato válido? Modelo simples e adaptado à nova Lei para imprimir em Word e PDF.

Com certeza você já deve ter ouvido falar de uma das profissões que mais se destaca no marketing digital atualmente: a de gestor de tráfego.

Esse profissional cada vez mais requisitado no mercado é responsável por aumentar o tráfego do site, principalmente por meio da vinculação de campanhas pagas no Google Ads e nas redes sociais, como Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter.

Além de criar e gerenciar os anúncios, o gestor de tráfego deve ter a capacidade de analisar e tomar decisões a partir dos dados, ajudando a empresa a ter o melhor desempenho em cada etapa do funil.

Neste artigo, contamos tudo o que você precisa para fazer seu contrato de prestação de serviços de tráfego deve ter. Acompanhar!

  1. 1. O que é o Contrato de Prestação de Serviços de Gestor de Tráfego?
    2. Como elaborar e quais Cláusulas devem ser utilizadas para que o seu contrato tenha validade?
    3. Quais são as diferenças entre o Marketing Digital e a Gestão de Tráfego?
    4. Como funciona o Tráfego Orgânico  e o Tráfego Pago  e como ele deve estar inserido no seu Contrato?
    5. Posso cancelar o Contrato de Prestação de Serviço de Gestor de Tráfego?

1. O que é o Contrato de Prestação de Serviços de Gestor de Tráfego?

O empreendedorismo, na atualidade,  está exigindo o uso cada vez mais intenso de ferramentas do Marketing Digital.

Por ser tão essencial, é necessário contratar um profissional que entenda do assunto e gerencie todas as estratégias, ou seja, que desenvolva um trabalho que dê resultados positivos  na quantidade de tráfego no seu site fazendo com que alavanque as suas vendas e a sua marca no mercado. Este profissional é o Gestor de Tráfego. 

Sendo assim, para maior segurança das partes, é necessário celebrar um contrato que deixe claro todos os objetivos, ferramentas, prazos, penalidades em caso de descumprimento, serviços prestados e descrição das atividades  a serem desenvolvidas como se será um tráfego pago e/ou tráfego orgânico.

Outro motivo para se fazer um Contrato de Prestação de Serviços de Gestor de Tráfego é que este profissional terá acesso a informações sensíveis e confidenciais  do seu negócio como acesso a senhas, sistemas, dados estratégicos  que reflete  a imagem e credibilidade do seu negócio.

É importante que as cláusulas sejam bem elaboradas dentro do contrato, para garantir sua validade caso ocorra algum desentendimento entre as partes.

2. Como elaborar e quais Cláusulas devem ser utilizadas para que o seu contrato tenha validade ?

Para elaborar este contrato de forma que não cause maiores dores de cabeça no futuro, é necessário estar ciente da jurisprudência atual, dos artigos e cláusulas  vigentes que se enquadram na sua realidade.

Entre as principais normas firmadas entre as partes podem estar: se o contratante e o contratado são pessoas físicas ou jurídicas, objeto do contrato, as obrigações, as observâncias referente à Lei Geral de Proteção de Dados, dentre outros.

Adiante, saiba a importância que algumas destas cláusulas têm em seu contrato. 

Confidencialidade: 
Essa Cláusula de Confidencialidade garante a NÃO divulgação de informações sigilosas e confidenciais que as partes terão acesso. 

Prazo Determinado ou Indeterminado: 
Essa Cláusula de Prazo garante se o contrato firmado será estabelecido de forma determinada ou indeterminada, a primeira com uma data estabelecida do início e fim do vínculo entre o contratante (quem requer o serviço)  e o contratado (Gestor de Tráfego), podendo ser prorrogado, o segundo, apenas, com um data de início e sem data estabelecida para o seu fim.

Exclusividade por Nicho: 
 Essa Cláusula de Exclusividade estabelece se o contratado poderá trabalhar com outras empresas que vendem o mesmo serviço que você ou não.

Descrição da Prestação de Serviço: 
Essa cláusula é importantíssima para deixar claro todos os serviços que serão prestados e desenvolvidos, implicando em penalidades de multa em caso de descumprimento.

Essas são, apenas, as principais cláusulas  que devem estar presentes no seu contrato, para ter acesso às demais cláusulas atualizadas e revisadas por nossos advogados é só clicar  no link abaixo. 

 3. Quais são as diferenças entre o Marketing Digital e a Gestão de Tráfego?

O marketing digital é um conjunto de estratégias e ações realizadas na internet para promover produtos ou serviços, visando aumentar as vendas, fidelizar clientes e fortalecer a marca de uma empresa.

As principais técnicas do marketing digital incluem SEO (Search Engine Optimization), marketing de conteúdo, e-mail marketing, mídias sociais, anúncios pagos e marketing de influência.

Já a gestão de tráfego refere-se especificamente às técnicas utilizadas para aumentar o tráfego de um site ou página na internet.

Essas técnicas incluem a otimização de anúncios pagos, como o Google AdWords e o Facebook Ads, a otimização de campanhas de e-mail marketing e a análise de métricas como a taxa de conversão e o custo por clique (CPC).

Em resumo, o marketing digital engloba um conjunto amplo de estratégias para promover uma marca na internet, enquanto a gestão de tráfego é uma área mais específica do marketing digital, focada em otimizar as técnicas para gerar mais tráfego para um site ou página específica.

Clique aqui para saber mais sobre o Contrato de Prestação de Serviço de Marketing Digital

4. Como funciona o Tráfego Orgânico  e o Tráfego Pago  e como ele deve estar inserido no seu Contrato?

Entre as categorias de tráfegos estão esses principais: Tráfego Orgânico e o Tráfego Pago, sendo necessário especificar no seu contrato se o Gestor de Tráfego irá trabalhar  com ambos ou apenas um.

Dessa forma, é importante entender como funciona cada um:  o Tráfego Orgânico se referente a quantidade de pessoas que acessam o seu serviço sem a influência de anúncios pagos e o Tráfego Pago como o nome já diz é quando o público chega ao serviço por meio de anúncios e propagandas pagas em outras canais como o Google Ads e o Facebook Ads, por exemplo.

Se o contratante escolher essa última opção, é preciso informar no contrato se o contratado irá arcar com alguma etapa da Tráfego Pago  ou não, se a resposta for “não” tem que esclarecer como será custeado esses valores pelo contratante. 

Essa e tantas outras especificidades reforça a ideia de fazer um Contrato com quem, de fato, entende do assunto e o melhor,  sem ter a necessidade  gastar valores altíssimos para a elaboração de um. 

 5. Posso  cancelar o Contrato de Prestação de Serviço de Gestor de Tráfego?

Existem algumas formas para rescindir um contrato já assinado sendo necessário saber como fazer o cancelamento para não correr o risco de sofrer alguma penalidade.

Uma das melhores formas é conversar com a(s) outra (s) parte (s) do contrato de forma amigável e fazer um acordo mútuo. 
Se o contrato for firmado com prazo determinado pode-se esperar a finalização do prazo sem fazer a renovação ou prorrogação do contrato.

Outrossim, se for por prazo indeterminado, pode-se escrever uma notificação, com aviso prévio, descrevendo os motivos do cancelamento  e o pagamento estabelecido até a data da rescisão. 

Outra possibilidade é a quebra de contrato, porém a menos indicada pois  pode acarretar  em consequências como  o pagamento de indenizações.

Todavia, apesar de haver muitos modelos de contrato grátis na internet para download em PDF ou word, a maioria não preenche todos os requisitos imprescindíveis para ser válido.

Sendo assim, é indicado que ele seja feito por um advogado, que sabe quais são as cláusulas obrigatórias que ele deve ter.

Tudo sobre o Tema:

Legislação: Código Civil- Lei 10.406/02 e Lei n° 13.709/18 - Lei de proteção de dados;

Conceito:  O Contrato de Prestação de Serviço de Gestor de Tráfego é criado para estabelecer os serviços a serem desenvolvidos, os prazos, as formas de pagamento e de investimento, no caso de  tráfego pago.

Vigência: A vigência de um contrato de prestação de serviço de gestor de tráfego determinada pelas partes envolvidas no acordo.

O que não pode faltar:

  • Identificação das partes;
  • Descrição do serviço;
  • Prazo de vigência;
  • Remuneração;
  • Rescisão do contrato;
  • Lei aplicável;
  • Assinaturas.

Outras nomenclaturas para este documento: 


Dúvidas mais frequentes

1. Por que devo fazer um Contrato de Serviços Prestados de Gestor de Tráfego?

Este contrato é importante para ambas as partes, pois pode garantir e estabelecer critérios e a forma como o serviço será prestado e desenvolvido, além da segurança jurídica, transparência e resguardo dos direitos e deveres.   

2. Como o contrato de Gestão de Tráfego deve ser realizado?

O contrato poderá ser realizado por meio de documento particular com firma reconhecida no Tabelionato de Notas.

3. O que é Tráfego de Referência e Tráfego Social? 

São estratégias que podem ser utilizadas pelo Gestor de Tráfego para otimizar o seu site.  O Tráfego de Referência é quando o fluxo de pessoas se dá por links inseridos em outros meios midiáticos que vão direcionar para o seu site.   Já o Tráfego Social é o fluxo direcionado pelas redes/ mídias sociais.